• ELA

VELHAS NOVAS EXPECTATIVAS E TENDÊNCIAS

O tema sustentabilidade é velho ou novo para você e seu time?


Sempre iniciamos o ano com a mesma rotina. Semana pedagógica com os professores, adaptação dos alunos à rotina escolar, quadro, giz, conteúdo, aprendizagem, horário, intervalo, reuniões de pais, reuniões com professores e funcionários novatos, atendimentos etc.


Mesmo sabendo que o mundo, as expectativas e as tendências mudam, o fenômenoescolar é sempreo mesmo. Muitas vezes, “um copia e cola” dos anos anteriores.

Esquecemos às vezes que a marca da atualidade está relacionada à velocidade da informação, da mudançade paradigmas, do modo de vere avaliar as tendências.

Falamos: novas estratégias, novas ferramentas... Mas... nem sempre o novo é novo. E começamos reproduzindo o velho ou maquiando e colorindo o existente (que nem semprefoi avaliado no decorrer do ano que passou).


Discutir tendências é uma forma de alerta para os desavisados e para os reprodutores de uma rotina cansativa, repetitivae improdutiva. É uma forma de repensarmos nossas ações, nos prepararmos para novos fenômenos e conceitos. As várias manobras utilizadas no ambiente competitivo, que não espera o ano terminar e o novo começar, já estão valendo e sendo discutidas com uma perspectiva de dez anos à frente.

Um tema bastante debatidoe até mesmo desgastado no dia a dia de muitas escolasé a sustentabilidade. Hoje, dentro de uma visão totalmente diversificada e inclusiva. Como podemos falar,defender e praticara sustentabilidade em nossas escolas,onde não conseguimos reduzir principalmente o consumo de papel?

Para nós, gestores da áreaadministrativa, esse é um dos itens que mais pesam na planilha orçamentária para a sua aquisição, além de ser um dos itens de maior desperdício dentro das escolas.


Papéis, papéis e mais papéis. Muitos que trabalham em escolas não sabem sobreviver sem o papel. Não buscam alternativas, não pensam e não se preocupam em desenvolver estratégias e projetos para retornar essas folhas para a natureza, reciclar e o mais importante, reduzir o consumo. São caminhões de folhas de papel.

Uma tendênciaapontada por especialistas do Trend Watching (http://www.trendwatching.com/ pt/trends/10trends2013) é a New life inside, em que os produtose serviços que contêm “nova vida dentro”não são descartados ou reciclados e sim devolvidos à natureza.

Na revista Linha Direta, o consultor e diretor da Corporate Gestão Empresarial, Marcelo Freitas, abordou esse tema analisando dez tendências. Dentre todas, uma que está passando da hora de ajustarmos dentro das escolas é o consumo excessivo de papel. E também é urgente assumirmos a questão da sustentabilidade e da responsabilidade social.


No texto de Freitas, os questionamentos são de extrema importância para que os gestores reflitam com sua equipe.Como podemos falar de sustentabilidade, de responsabilidade social,se não conseguimos responder a questionamentos propostos por Freitas, como: “A sua escola retornaà natureza as milhares de folhas de papel que utiliza? De que maneiraisso acontece ou pode acontecer? Os serviços prestados pela sua escola estão alinhados com a cultura de sustentabilidade? Suas práticas são coerentes com essa cultura, e você pode envolveras famílias nessas práticas?”

Freitas continua: “Essas mudanças e as práticas de outros setores rapidamente serão incorporadas pelas pessoas, que passarão a considerá-las nas suas decisõesde compra. Essa influência trarárepercussões também ao ambientede negócios da educação. Você e sua equipe se sentem preparados para isso?”

Diante dessedesafio, precisamos nos posicionar com nova mentalidade e atitudes objetivas.

Pois bem, precisamos, com urgência, partir para a prática com projetos realmente voltados para a sustentabilidade do planeta e das relações pessoais e profissionais. E não podemos deixar de lado a questãoda responsabilidade social.

Mas é preciso que comecemos mesmo!


“Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperarresultados diferentes” (Albert Einstein).


Zuleica Reis Ávila

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo